Qual a abordagem correta para um líder?

O objetivo deste artigo é te apresentar dois diferentes tipos de abordagem, para você avaliar e utilizar com sua equipe.

​Vamos falar sobre top-down e bottom-up.​

Não há pretensão de te dizer o que você deve fazer, pois cada empresa funciona do seu jeito.

​Não tem certo ou errado.

O intuito é junto com você avaliar essas duas possibilidades e promover o questionamento em você, de modo que no fim deste artigo você decida o que é melhor para o seu contexto empresarial.

Fique até o final deste artigo para compreender de maneira correta essas duas abordagens e melhorar efetivamente o modo como você vai gerir sua equipe.

Você sabe o que é o top-down?

Vamos começar pelo modelo tradicional conhecido como top-down.

Este modelo consiste em uma percepção de cima para baixo, onde as tomadas decisão não costumam passar pelas demais áreas da empresa.

Neste modelo os colaboradores não possuem influência na tomada de decisão, suas opiniões não influenciam as diretrizes estabelecidas pelos gestores e empresários.

Será que é um modelo ru​im?

Ultrapassado?

Já comece a se questionar e fique comigo!

Ainda sobre top-down, todos os setores e operações são controlados pelos empresários e gestores.

Assim como a parte criativa, é definida pelo topo do organograma. ​

Os setores abaixo apenas executam as tarefas pré-definidas.

Vantagens de utilizar o modelo top-down


Com base no que foi apresentado até agora sobre a gestão top-down vou te apresentar algumas vantagens sobre este modelo de gestão:

● Agilidade da tomada de decisão;

● Maior controle dos processos financeiros;

● Menor interferência, poucas mudanças no meio do caminho.

Enfim, no modelo top-down ​temos uma tomada de decisão mais ágil, uma vez que não temos a visão de todos os colaboradores no processo.

E essa agilidade reduz custos.

Se poucas pessoas fazem parte do processo de tomada de decisão, logo teremos menor interferência no processo e poucas mudanças.

O que é gestão bottom-up?

Agora vamos falar sobre a gestão bottom-up, para que você possa comparar as duas possibilidades de liderança e aplicar em sua equipe.

Este modelo refere-se a uma perspectiva de baixo para cima, onde os colaboradores da instituição têm um papel ativo nas tomadas de decisão. ​

Cumprindo de fato o papel de colaboradores de uma empresa.

O que não significa que os empresários e gestores não possuam mais a palavra final.

O grande objetivo desta abordagem é valorizar os colaboradores, ou melhor, fazer com que eles se sintam valorizados e estimulados a contribuir com suas percepções acerca dos processos que envolvem a empresa.

Ou seja, quem vai definir as diretrizes ainda é o empresário, mas agora ele terá juntamente com ele, várias opiniões e pontos de vista que o ajudarão a avaliar sua tomada de decisão.

Por que usar?


Essa pergunta deve ser feita não somente agora, mas em qualquer decisão que precisamos tomar.

Com uma gestão bottom-up, teremos como consequência um clima organizacional mais saudável, colaboradores mais engajados e motivados a contribuir com as necessidades da empresa.

Dessa forma todos, ou grande maioria, estará focada em alcançar as metas e objetivos da instituição.

​Pois os colaboradores se sentiram de fato parte da organização, pois afinal de contas, as opiniões deles foram ouvidas, eles contribuíram, e isso é o que as pessoas mais querem.​

Como ajuda a atingir metas?

Na gestão bottom-up você conseguiu entender que a visão é de baixo para cima e as opiniões dos colaboradores é levada em consideração.

Dessa forma conseguimos torná-los mais engajados com os objetivos da organização.

Afinal, eles vão ajudar a pensar em estratégias para atingir as metas.

Logo, como consequência, a probabilidade de as metas serem alcançadas é muito maior, tendo em vista que os colaboradores estarão mais dispostos a alcançarem as metas, uma vez que sabem o porquê delas e das estratégias para alcançá-las.

Assim os colaboradores passam a ver a empresa como sua e por isso ele percebe que precisa dar o seu melhor para o crescimento da organização.

Desafios

Agora vamos para os desafios deste modo de gestão, que não é perfeito.

Há questões que precisam ser trabalhadas de forma bastante profissional e com um olhar bem atento para a dinâmica das relações.


Conflitos de personalidade entre os colaboradores

A gestão bottom-up traz uma certa flexibilidade nas tomadas de decisão e isso pode ser vista como algo bom para um certo número de pessoas, no entanto, pode não agradar a colaboradores mais rígidos.

Logo caso você vá implementar esse modelo de gestão, será preciso trabalhar essa questão.

Processo de tomada de decisão mais lento

Como no modelo bottom-up as decisões são tomadas levando em consideração um número maior de opiniões, temos como resultado um processo mais lento.

​E dependendo do seu empreendimento, isso pode ser uma questão.

Desta forma é preciso encontrar formas de agilizar a contribuição dos colaboradores nas tomadas de decisão.

Uma dica seria investir em formulários objetivos.

E agora, qual escolher?


Se o seu objetivo é tornar sua equipe mais participativa, mais engajada e motivada com o processo.

O que você acha que precisa implementar? top-down ou bottom-up?

O ideal seria utilizar as duas formas de gestão, pois assim você vai conseguir alcançar um modelo de gestão muito mais completo.

Você precisa ouvir seus colaboradores, por isso é importante levar em consideração a gestão bottom-up.

Juntando essas duas formas de perceber o processo de uma organização seus resultados como líder serão muito melhores.

Acredito que agora você vai sair daqui entendendo melhor essas formas de gestão e terá capacidade de colocar em prática em sua organização.

Agora me conta…

Este artigo te fez refletir de alguma forma? Deixe um comentário abaixo!

Um grande abraço e até a próxima.

Sobre JamesDoorman

Palestrante, Educador Financeiro e pesquisador a mais de 23 anos dos principais segredos das pessoas de sucesso e milionários por todo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *