10 técnicas e ferramentas para guardar mais dinheiro

Em qualquer lugar que você busca informações sobre educação financeira, você perceberá que um princípio básico é economizar.

Mas o que poucos sabem, é que economizar não significa deixar de viver bem.

Dessa forma, para que você possa guardar um pouco mais de dinheiro, sem abrir mão de uma vida relativamente confortável vou passar algumas dicas que os ajudarão nessa empreitada.

1 – Fique atento aos gastos do cotidiano

Os pequenos gastos que efetuamos todos os dias, se for pensado à longo prazo, podem representar uma boa quantidade a ser poupada.

Vamos pensar em algo simples: o cafezinho de 1,00 por dia. Contando que o mês tem aproximadamente 22 dias úteis x 12 meses são 264 dias ao ano.

Isso quer dizer que você poderia só com essa conta simples, economizar 264 reais em um ano.

Pense em outro gasto do cotidiano como por exemplo a compra de um chocolate depois do almoço.

Sendo otimista, chegamos ao preço de 2,00 que ao longo do ano junto com os 264 já economizados do café poderia facilmente economizar 792 reais.

Faça o mesmo com todos esses pequenos gastos, que parecem um valor sem significância no momento, no entanto, quando calculados em um período mais longo, representam um bom montante a ser economizado.

2 – Tenha uma fonte de renda alternativa

Possuir apenas um emprego na realidade não garante uma estabilidade, muitos menos ajuda a gerar mais dinheiro.

Economizar pode ajudar a conseguir mais dinheiro, mas a melhor dica que você pode receber é criar um meio de gerar uma fonte de renda extra. Seja com uber, fabricando algo ou vendendo produtos pela internet.

O importante é ter uma forma de ganhar mais dinheiro, pois normalmente as pessoas já comprometem todo o salário com contas cotidianas.

Então, nada mais que inteligente encontrar outra forma de gerar mais dinheiro.

3 – Procure comprar mais barato sempre

Lembrando, antes de mais nada, que comprar barato não é aproveitar para comprar um tv que está em promoção.

Comprar barato é adquirir um bem sim, no entanto que é necessário e que possa ser conseguido pelo menor valor possível.

Pesquise os preços, peça desconto, procure por lugares com cashback, pois ao contrário do que muitos acham, pechinchar não é vergonha.

4 – Fique atento quando gastar menos significa gastar mais

Às vezes você procura por um produto genérico e de uso importante.

Você percebe que está sem toalhas em casa e precisa repô-las.

Você encontra duas situações um conjunto de 3 toalhas por 60 reais e 1 toalha pelo mesmo preço.

Nem sempre quantidade significa qualidade.

Em algumas situações é bom analisar o produto.

Essa única toalha pelo mesmo preço pode ter uma duração muito maior que as outras 3 juntas e no final você acabou perdendo dinheiro.

Portanto, quando for comprar algo, leve em conta a qualidade do produto.

5 – Antes de comprar, avalie se não poderia consertar

Outro problema bem comum. O Celular parou de funcionar ou a bateria estragou. Avalie se não vale a pena o conserto do mesmo, ao invés de adquirir um produto novo.

Muitas vezes, principalmente com itens eletrônicos, o conserto deixa o aparelho funcionando como novo e é muito mais barato.

6 – Crie um ou dois dias do mês para não gastar nada.

Consumir muitas vezes acaba se tornando uma atitude cotidiana que precisamos nos desacostumar.

As pequenas coisas que compramos durante o dia e nem percebemos.

Uma bala, um doce ou um sorvete, podem refletir um pouco no seu orçamento pessoal.

Crie um dia onde você não gaste com nada mais além do essencial. 

7 – Aprenda a dizer não

Sei que a gente gosta de agradar a família ou até queremos desfrutar de alguns prazeres momentâneos, no entanto, temos a tendência de exagerar com isso.

Você pode curtir a vida, mas não fará mal dizer alguns nãos algumas vezes.

Se os amigos convidam sempre para sair, você pode escolher um dia apenas como recompensa por você ter feito algo realmente importante, mas no geral, evitar esses gastos que não acrescentam em nada é prioridade para aqueles que desejam economizar.

8 – Recebeu dinheiro extra? Invista

Recebeu uma herança, ganhou um dinheiro extra fazendo uber, créditos de nota fiscal e até mesmo o décimo terceiro salário são exemplos disso.

Sei que a ideia de consumo imediato é conflitante, porém, investir esse dinheiro e fazê-lo trabalhar por você, é a melhor solução.

Com certeza depois de certo tempo você poderá usá-lo sem se preocupar em comprometer a renda e nem o desperdiçar com compras de prazer momentâneo.

9 – Avalie se você precisa ou não comprar

Às vezes você vê algo que parece que precisa comprar naquele momento, no entanto comprar por impulso quase sempre acaba em uma decisão equivocada.

Você vai lá e compra uma bolsa nova e a usa uma ou duas vezes e depois fica jogada entre tantas outras coisas.

O truque é esperar antes de comprar.

Se você quer comprar algo, crie um prazo para ver se depois de passado esse tempo você ainda que o objeto de desejo.

10 – Avalie tudo 

Existe algum jeito de eu aumentar minha renda?

Onde posso economizar? Estou gastando em coisas que nem uso?

Tem algo que posso vender, pois está parado em casa?

Foque em tudo que possa lhe ajudar a ganhar mais dinheiro.

Existem muitas maneiras de fazer isso e na realidade só dependem da sua vontade. 

Sobre JamesDoorman

Palestrante, Educador Financeiro e pesquisador a mais de 23 anos dos principais segredos das pessoas de sucesso e milionários por todo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *